Imagem de cachorro branco

Piolhos

 

Fotografia microscópica de piolhos

 

Os cães e gatos também podem ser invadidos por piolhos. Não o mesmo piolho que o seu filho pode apanhar na escola. Na verdade, os piolhos são espécies específicas, ou seja, têm preferência quanto à espécie que parasitam, os piolhos que atingem os cães não passam para o Homem e vice-versa, assim como o dos gatos e de outras espécies de animais.

Piolhos são insectos que não possuem asas. Podem ser vistos a olho nu, portanto, o diagnóstico é visual e pode ser feito na consulta normal. Os piolhos podem causar prurido, queda de pêlo e dermatites. Há duas espécies de piolhos: os mordedores/picadores, que se alimentam de sangue e, em caso de um grande número de parasitas, eles podem causar anemias graves; e os mastigadores, que se alimentam de restos celulares e descamações da própria pele e pelos.

Os piolhos são transmitidos por contacto directo, isto é, através de contacto com animais parasitados e ao contrário do que algumas pessoas pensam, “eles não vêm pelo ar”. Podem ainda ser transmitidos por objectos de uso comum, como escovas, toalhas e camas de dormir.

Animais muito parasitados podem exalar um odor forte característico, mas não é uma constante. Podem-se apresentar também muito irritados e inquietos devido ao grande desconforto causado pelo prurido. Felizmente, a presença destes indesejáveis habitantes da pele não é muito comum, sendo mais frequentes em cães que vivem em más condições de higiene, em abrigos onde há superlotação de animais ou ainda em animais resgatados na rua que estão debilitados.

Durante o tratamento é recomendável que camas e tapetes dos animais sejam retirados para não haver possibilidade de reinfestação e os mesmos devem ser devidamente higienizados.

 

 

Diagrama ilustrado do ciclo de vida do piolho

 

Tamanho da letra

-
+
Clicar para ajustar

Ferramentas da página

Pesquisar

Guia prático dos Parasitas Externos

O que é uma Zoonose?

Será que está em risco?

Procure um Veterinário

Procure um Veterinário

Inscreva-se já!

Livro do cão e do gato

Imagem de cão   Imagem de gato sentado

Geral 37/2016
Se deseja reportar um efeito secundário ou uma reclamação sobre qualidade, por favor contacte um profissional de saúde (por exemplo: o seu médico veterinário ou farmacêutico) ou a autoridade competente, DGAV. Pode também contactar-nos através da página Contactos (no canto superior direito deste site).
Última actualização: May 25, 2012

Copyright © Bayer Portugal